noticias

Projeto de Terminal Hidroviário de Santarém é debatido na sede da ACES

  • 12 de setembro de 2013 - 12:40

Na manhã desta quarta-feira (11), na sede da Associação Comercial e Empresarial de Santarém (ACES), aconteceu uma reunião para debater o terminal fluvial. Entidades empresariais, Sindicato dos Armadores, Sindicato dos Estivadores, setores ligados à navegação fluvial tiveram a oportunidade de discutir e avaliar junto a Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH), o projeto básico do Terminal Hidroviário de Santarém, que será erguido na área da antiga TECEJUTA, no bairro da Prainha.

Estiveram presentes representantes do governo municipal – prefeito Alexandre Von, secretários de Planejamento e Desenvolvimento, Valdir Matias Jr., Meio Ambiente, Podalyro Neto, e os coordenadores de Habitação e Desenvolvimento Urbano, Dílson Quaresma, e Saneamento Básico, Hugo Aquino – e da Câmara de Vereadores – vereadores Ney Santana e Silvio Amorim. Na ocasião, o prefeito Alexandre Von reiterou a necessidade de discutir aspectos do Terminal Hidroviário com toda sociedade, começando com os operadores diretos – armadores, estivadores, transportadoras e empresários do ramo da navegação fluvial – e depois com toda a população santarena, durante a audiência pública.

O presidente da Companhia de Portos e Hidrovias, Abraão Benassuli, explicou que a primeira providência para a construção do Terminal foi a aquisição da área pela Prefeitura – no mês de março o governo municipal conseguiu a imissão de posse da área no bairro da Prainha. Nesta etapa, a CPH trabalha com o projeto básico e o Relatório de Controle Ambiental. Após a conclusão do projeto básico será encomendado o projeto executivo.

No Projeto Básico foram apresentados pontos como: a localização do empreendimento, o layout, com área de embarque e desembarque de passageiros, rampa de acesso e a plataforma para encosta de embarcações. No Executivo serão apresentados o projeto arquitetônico e projetos complementares: energia elétrica e projeto sanitário.

Após essas etapas está previsto a abertura de processo licitatório para o início das obras. A projeção da CPH é que a construção tenha duração de 18 meses. A expectativa do órgão é finalizar a etapa de projetos até o mês de novembro.

Uma audiência pública na Câmara será realizada provavelmente no mês de outubro, com a participação da sociedade civil organizada. O Terminal Hidroviário conta com recursos da ordem de R$ 30 milhões do governo do estado do Pará. O prazo para execução das obras é de 24 meses e o porto terá capacidade para atracação de aproximadamente 20 embarcações, simultaneamente.

Comentários

Assessoria de Comunicação

  • Keliane Sousa
    ascom@acestapajos.com.br
    Telefone:
    (93) 99218-3561

Conheça nossas soluções para a sua empresa.

Acessar
Destaques