noticias

Empresas locais buscam linhas de créditos para aquecer a economia local

Linha Pró-cotista atende o setor de construção civil

  • 10 de maio de 2016 - 10:04

A Associação Comercial e Empresarial de Santarém (ACES) coordenou na tarde segunda-feira (09) uma reunião com as entidades – Conselho Regional de Engenharia Arquitetura e Agronomia (CREA), Conselho de Corretores de Imóveis de Santarém (CRECI), Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) e o Banco do Brasil em que foi tratado sobre o montante existente para financiamento de imóveis através da linha de crédito Pró-cotista.creditoimobiliario

Segundo o gerente do Banco Fernando Marquioe a liberação de R$ 2,5 bilhões (anunciado em abril pelo Banco do Brasil) para Pró-cotista ainda não foi oficializado para as agências locais. Mas garantiu que há montante para financiamentos.

A linha Pró-cotista dispõe de financiamento de até 90% do valor do imóvel e este poderá ser de até R$ 650 mil (novo ou usado); Com taxa de juros de 9% ao ano. Para ter acesso ao financiamento é preciso ter conta ativa no FGTS e no mínimo 36 contribuições ao fundo. Se não tiver conta, se não tiver conta ativa no FGTS, é preciso ter um saldo total no fundo igual ou maior que 10% do valor do imóvel ou da escritura, o que for maior.

Uma comissão formada por entidades presentes na reunião darão encaminhamento nas demandas apresentadas pelas empresas ligadas a construção civil e setor imobiliário. “Esse contato com o banco é muito importante, principalmente, neste momento que enfrentamos um desaquecimento da construção civil”, destacou o presidente da ACES, César Ramalheiro.

Nesta terça-feira (10) uma nova reunião acontecerá para definir as ações que serão executadas visando atender as imobiliárias e construtoras da cidade.

Comentários

Assessoria de Comunicação

  • Keliane Sousa
    ascom@acestapajos.com.br
    Telefone:
    (93) 99218-3561