noticias

CME da Aces homenageia poeta e músico com a Medalha Mérito Cultural

  • 01 de julho de 2021 - 11:29

Na noite de quarta-feira (30/06), o Conselho da Mulher Empresária da Associação Comercial e Empresarial de Santarém (CME da Aces) realizou a cerimônia especial para entrega da Medalha Mérito Cultural “Maestro Wilson Dias da Fonseca” aos ícones culturais José Marinho Batista, honrado com o título de Mérito Cultural da Música, Neucivaldo dos Santos Moreira, com o título de Mérito Cultural da Poesia.

Luis Figueira (secretário de cultura), Neucivaldo Moreira, Roberto Branco, Rosemary Fonseca e Zé Bastista

“Nossa cultura é riquíssima, e com isso temos muitas personalidades com excelentes trabalhos, no qual nosso Conselho decidiu nessa edição homenagear dois artistas da academia de Letras e Artes de Santarém. É uma honra reconhecer e valorizar os talentos do Zé Bastista e do Neucivaldo Moreira”, celebra a presidente do CME da Aces, Rosemary Fonseca.

José Marinho Batista, conhecido artisticamente como Zé Batista, aos 13 anos de idade foi convidado pelo músico Manduca Feitor, morador do Lago Grande, para estudar música na Escola de Música do professor José Barbosa, onde residiu até os 22 anos. Tornou-se professor das técnicas musicais, tendo como alunos os músicos Odilson Matos e Jorge Macião. Com uma carreira expressiva nos grupos musicais de Santarém (Banda Tapajoara, Os VIP’S, Banda Sirotheau, Banda do 8º BEC e Laurimar e seu Conjunto) José Marinho é membro fundador da Filarmônica Municipal Professor José Agostinho e faz parte da Academia de Letras e Artes de Santarém-Alas, ocupando a cadeira de nº 7. E;

“Eu vim do interior para a cidade para estudar música. Fiz uma carreira em vários grupos musicais, também tive bandas musicais. Hoje eu estou realizado e orgulhoso por esta homenagem e por lembrarem de mim”, comemora Zé Batista.

Zé Batista (homenageado) e Roberto Branco (presidente da Aces)

O poeta Neucivaldo Moreira é formado em Letras pela Universidade Luterana do Brasil – Canoas, e pós-graduado em Administração e Planejamento para Docentes pelo Instituto Luterano de Ensino Superior – Canoas e em Marketing pela Universidade Estadual da Paraíba, além de ser consultor imobiliário. Trabalhou nos principais veículos de comunicação de Santarém por mais de 20 anos e foi professor universitário por mais de uma década. Há mais de dez anos é servidor público estadual na área da educação. Sempre esteve envolvido com os movimentos culturais de Santarém. É membro da Academia de Letras e Artes de Santarém (ALAS), em que ocupa a cadeira de n° 36.

Livros publicados: Eu, profundo (1998); Enquanto as nuvens passavam (2000); FotoPoema – A imagem que não foi revelada. O poema que não foi escrito (2013); Só para dizer que te amo – Poemas (2017); Poemas de rua (2019); Primeiro Encontro – poesia santarena – (2020); Segundo Encontro – poesia santarena – (2021).

“A honraria é uma valorização que se dá em um momento que estou muito lúcido da escrito e vivo um momento bem especial na minha profissão literária, por isso essa homenagem me fortalecerá para trabalhos que eu ainda pretendo desenvolver futuramente”, comemora o poeta.

Neucivaldo Moreira (homenageado) e Rosemary Fonseca (presidente do CME da Aces)

A Filarmônica Municipal Professor José Agostinho fez uma homenagem instrumental para os dois homenageados. A entrega da Medalha Mérito Cultural iniciou em 2001, dentro da programação da Mostra Cultural realizada pelo CME da Aces, tendo a primeira edição organizada pela empresária e ex-presidente do Conselho, Sônia Ramalheiro. O primeiro homenageado foi o músico Sebastião Tapajós, com o título de Mérito Cultural da Música. Aproximadamente 25 personalidades e instituições culturais já foram enaltecidas com esta honraria, que tem como objetivo prestigiar e incentivar a cultura tapajônica.

Comentários

Assessoria de Comunicação

  • Keliane Sousa
    ascom@acestapajos.com.br
    Telefone:
    (93) 99218-3561

Conheça nossas soluções para a sua empresa.

Acessar
Destaques